terça-feira, 9 de novembro de 2010

AFINAL O QUE É FALSO MORALISTA??????

O falso moralista é uma pessoa, que prega a moral e os bons costumes, porem no seu dia-a-dia não pratica a moral que ele defende, ou julga correta, falar sobre moral é uma coisa muito complicada, pois cada um sabe o que é certo ou errado, e isso pode variar inclusive de acordo com cada cultura, criação etc. O mais correto é termos nossas convicções conversar sobre elas, debater e até mudar, e na medida do possível seguir uma linha que adotamos como a mais correta, porem pregar para todo mundo o que você acha certo ou errado pode te colocar em situações embaraçosas pois certa hora você mesmo irá cair em contradições, afinal não podemos ser certos o tempo todo, e na primeira hora em que você sair daquilo que você acha o certo e moralmente aceito, vai ser tachado de falso moralista pois não pregou o que defende.


OU  
A receita é simples, mas requer muita dedicação e paciência. Para começar: Viva, no sentido mais “deep” da palavra, 1 ou 2 anos no mêi da bagaceira; Beba, use drogas; Case, arrume uma amante e ao voltar pra casa bata na sua mulher, de vez em quando; Adicione um pouco mais de malandragem a sua vida, desrespeite seus pais, saia do emprego, não estude e caso ainda não saiba roubar, pratique, pois isso será um pré-requisito importantíssimo mais adiante.
Feito tudo isso, dirija-se a igrejinha mais próxima à sua casa, ajoelhe-se, confesse, relegue todo o seu passado e se arrependa muito. Logo após, arrume um emprego (Sim, filho, você vai pagar por isso). Renove seu guarda-roupa, compre ternos, gravatas e sapato fino (Ikeloucura); não esqueça de jogar os discos de heavy metal no lixo e tudo mais que te comprometas o caráter, irmão. Perdoe o imperdoável e comece a amar qualquer tipo de leproso que se aproxime de ti.
Depois de seguir todas as dicas acima, você, finalmente, estará pronto para iniciar o Curso Intensivo: de Como se tornar um Falso Moralista.
O curso será ministrado pelo pastor, mas a sua $alvação só depende de você. Dedique-se, compre uma bíblia e siga à risca os módulos ensinados:
Módulo I - Introdução ao Reino de Deus
Aqui você passará por uma lavagem cerebral inicial, onde aprenderá as regras divinas de conduta e comportamento social.
Módulo II –  Princípios básicos do falso moralismo
 (Vulgarmente conhecido como “Tá repreendido em nome de Jesus”)
Esse módulo é divertido. Nele você estudará toda a nomenclatura evangélica,  desde o “tá amarrado” até o “Sangue de Jesus tem poder”.

Módulo III: – Fundamentos da Arte da Persuasão:Devido a sua importância, esse módulo é extenso e dá prioridade ao treinamento intensivo da sua lábia, o famoso “migué”.
Módulo IV – Como encher o saco do seu irmãozinho:
É o módulo  mais prático do curso. Aqui você irá colocar em ação todo o conhecimento adiquirido no treinamento. Irá vitimar todos os seus parentes, amigos e colegas de trabalho querendo converte-los.  Começará, também, a julga-los e condena-los ao céu ou inferno.
Terminado esses módulos e com mais uns 2 anos de prática fiel dízimos pagos, você já terá garantido o seu lugarzinho no céu, com direito a um certificado com a assinatura de Deus, e estará apto a tornar-se um falso moralista.
Brincadeiras à parte, se é que isso é possível, todos nós sabemos da transformação causada na vida de algumas pessoas quando elas entregam a sua existência ao todo poderoso. Algumas mudanças são realmente admiráveis, muitos já pararam de beber, matar, roubar e blablablá. Mas é inadimissível ver essas pessoas virarem santas da noite pro dia, riscarem o passado sujo e se acharem com  direito e moral de julgar os atos de quem decidiu não levar uma vida regrada pelo falso moralismo, pela ilusão
e perfeição divina.
Há, ainda, aqueles que se sentem no direito de cobrar ajuda da sociedade, como uma forma de recompensa pela sua aposentadoria da marginalidade; um exemplo bem simples e corriqueiro são aqueles vendedores de caneta no busão, que invadem o sossego da nossa viagem e começam logo mandando algum tipo de discurso do tipo:
 ”Eu roubava, matava e me prostituia (…) Vocês acham essa caneta cara, mas mais caro é uma mãe perder seu filho para o mundo das drogas #mimimi” “Comprem logo essa porra,  senão vou voltar a roubar todos vocês, em nome de Jesus!”
E dessa forma, nós, pobres mortais, tornamo-nos todos vítimas do trabalho de transformação feito na mente desses novos falsos moralistas. E, mais uma vez, volto a tocar na questão do respeito entre as religiões ou a falta delas, mudar a sua vida é uma escolha pessoal e intransferível, portanto, não me venham com falsas lições de moral ou o discurso da ovelhinha arrependida.
Postar um comentário

COMENTE!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...