quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

NOTICIAS CURTINHAS SOBRE SEXO!



Aposentado pega 2 anos de trabalho comunitário por fazer sexo com cavalo

David Walter Chamberlin se declarou culpado da acusação.
Suspeito foi flagrado no ato sexual com o cavalo pelo dono do animal.

Do G1, em São Paulo


O britânico David Walter Chamberlin, de 71 anos, escapou da cadeia, mas foi condenado a dois anos de trabalho comunitário pelo Tribunal de Teesside, no Reino Unido, acusado de ter feito sexo com um cavalo, segundo reportagem do jornal "The Northern Echo".

Foto: Reprodução/The Northern Echo

David Walter Chamberlin foi condenado a dois anos de trabalho comunitário. (Foto: Reprodução/The Northern Echo)

Diante do juiz, Chamberlin se declarou culpado da acusação. De acordo com o periódico, o aposentado cometeu o ato sexual depois de levar o cavalo para o meio dos arbustos. O dono do animal dirigia próximo ao local quando flagrou o suspeito com o cavalo.

Revoltado com a cena, o proprietário atingiu o suspeito com um pau. Chamberlin foi condenado a fazer trabalho comunitário durante julgamento na quarta-feira. O juiz considerou a acusação grave, já que o réu provocou enorme estresse para o proprietário e para o próprio animal.

Americana é presa após oferecer sexo em troca de gasolina

Lisa Langer foi detida acusada de prostituição e porte de drogas.
Policial à paisana parou após ver mulher aparentemente pedindo carona.

Lisa Langer foi presa após oferecer sexo em troca de gasolina. (Foto: Reprodução/KCRG)

A norte-americana Lisa Langer, de 44 anos, foi presa em Cedar Rapids, no estado de Iowa (EUA), após oferecer sexo a um policial em troca de gasolina, segundo reportagem da emissora de TV "KCRG".

Um policial à paisana percebeu uma mulher parada às 0h30 da última quarta-feira (2) em um cruzamento aparentemente pedindo carona.

Mas, quando ele se aproximou de Lisa, ela ofereceu sexo em troca de gasolina, de acordo com o relatório policial. Após revistá-la, o agente encontrou drogas com a mulher.

Lisa foi detida acusada de prostituição e porte de drogas. Ela foi levada para a cadeia do condado de Linn.

Jovem arromba casa e aproveita para ver filme pornô

Bandido também comeu, bebeu e vasculhou os armários.
Mulher ficou cara a cara com o suspeito quando voltou para casa.

O norte-americano Jaquetin Fox, de 18 anos, arrombou uma casa em Orangeburg, no estado da Carolina do Sul (EUA), e assistiu a um filme pornô, entre outras coisas, antes de ser preso pela polícia, segundo reportagem da emissora de TV "WLTX".

Foto: Reprodução/WLTX

Jaquetin Fox foi preso ao arrombar casa e assistir a um filme pornô. (Foto: Reprodução/WLTX)

De acordo com a polícia, o suspeito permaneceu várias horas na residência durante o roubo ocorrido no dia 10 de novembro. Durante esse tempo, ele assistiu a um vídeo pornô, comeu alimentos que encontrou na casa e preparou um suco, além vasculhar os armários.


A dona Shequita Branch, de 24 anos, disse que ficou cara a cara com o bandido quando voltou para casa. Para sua sorte, Fox não a atacou e permitiu que ela ficasse no banheiro enquanto ele ficava vasculhando a casa, atrás de objetos de valor.

Segundo Shequita, o ladrão perguntou se ela tinha telefone celular. "Eu disse que o aparelho estava na minha bolsa", afirmou a jovem. No entanto a mulher possui dois celulares. Dessa forma, ela usou o outro aparelho para ligar para o serviço de emergência da polícia.

Administrador é demitido após cidade descobrir que sua mulher é atriz pornô

Mulher é conhecida na indústria pornô com o nome de 'Jazella Moore'.
Scott Janke recebia cerca de US$ 100 mil anuais em Fort Myers Beach.

Anabela Mota Janke é conhecida na indústria pornô com o nome de 'Jazella Moore'. (Foto: Reprodução/Naples Daily News)

O administrador municipal Scott Janke foi demitido na última terça-feira (21) na cidade de Fort Myers Beach, no estado da Flórida (EUA), porque sua mulher, Anabela Mota Janke, é atriz pornô, segundo o jornal "Naples Daily News".

De acordo com o periódico, Anabela é conhecida na indústria pornô com o nome de "Jazella Moore". Os vereadores decidiram afastar o administrador, pois acreditam que o trabalho de sua mulher poderia afetar a credibilidade da cidade.

No entanto eles evitaram julgar o estilo de vida de "Jazella". "Eu a conheço e não tenho nada de ruim a dizer sobre ela. Ela sempre foi muito agradável", disse a vereadora Jo List, que votou pelo afastamento de Janke do cargo.

O prefeito Larry Kiker disse que a mulher de Janke parece ser uma pessoa "muito boa". O prefeito rescindiu o contrato do administrador sem justa causa, o que garante ao ex-funcionário o recebimento de seis meses de salários. Janke recebia cerca de US$ 100 mil anuais.

Kiker disse que decidiu demiti-lo para não criar nenhum problema para a cidade.
Janke ocupou diversos cargos públicos desde 1989. Ele se casou com Anabela Mota em outubro de 2008.

Austrália investiga 'competição de sexo' organizada por marinheiros

Concurso foi descoberto em maio quando o navio estava em Cingapura.
Marinheiros apostaram para ver quem pegaria o maior número de mulheres.

O Departamento de Defesa da Austrália está investigando a participação de marinheiros em uma "competição de sexo". Eles teriam feito uma aposta para ver quem pegaria o maior número de membros da tripulação feminina, segundo a emissora australiana "ABC".

Foto: Reprodução/ABC

Marinheiros teriam feito uma aposta para ver quem pegaria o maior número de mulheres da tripulação. (Foto: Reprodução/ABC)

De acordo com o relatório, os marinheiros mantinham um livro, no qual estipulavam o valor em dólares para cada uma das mulheres da tripulação. O concurso foi descoberto em maio quando o navio "HMAS Success" estava em Cingapura.

O capitão ordenou imediatamente o retorno dos marinheiros para a Austrália. Um porta-voz do Departamento de Defesa não informou quantos marinheiros estavam envolvidos, mas destacou que eles foram retirados do navio e um inquérito foi aberto.

Britânica é demitida por fazer sexo com segurança dentro do tribunal

Nick Caffrey admitiu caso, mas negou que fez sexo no trabalho.
'Eu não sei por que ela disse que tivemos um encontro sexual', disse.

A britânica Jodie Frankcom, de 28 anos, foi demitida de um tribunal juvenil em Bath, no Reino Unido, porque teve relações sexuais dentro do tribunal com um dos seguranças, segundo reportagem do jornal inglês "The Sun".

Foto: Reprodução/The Sun

Jodie Frankcom foi demitida de um tribunal porque teve relações sexuais dentro do tribunal com um dos seguranças. (Foto: Reprodução/The Sun)

No inquérito disciplinar, Jodi confessou que manteve relações sexuais com o guarda, sendo demitida na hora, de acordo com o periódico. Uma colega de trabalho disse ao "The Sun" que acredita que eles fizeram sexo dentro da sala de audiência.

O segurança Nick Caffrey, de 30 anos, admitiu que teve um caso com a funcionária, mas negou que fez sexo com ela durante o trabalho. Caffrey, que trabalha em uma empresa privada, foi transferido para outro lugar.

"Eu não sei por que ela disse que tivemos um encontro sexual lá dentro. É completamente falso", afirmou Caffrey.

Casal nigeriano é multado em R$ 310 por fazer sexo em igreja

Tolu Akintepe disse que tentou apimentar a relação com a mulher.
Casal também se voluntariou para limpar a igreja por uma semana.

O nigeriano Tolu Akintepe, de 30 anos, e sua mulher Bunmi, de 28, foram multados em 117 euros (cerca de R$ 310) após serem flagrados fazendo sexo em uma igreja em Ikeja, subúrbio de Lagos (Nigéria), segundo o jornal belga "HLN".

Foto: Reprodução/HLN

Tolu e Bunmi foram multados após serem flagrados fazendo sexo em igreja. (Foto: Reprodução/HLN)

Eles foram pegos no ato pelo pastor de uma pequena igreja pentecostal em Ikeja. Além da limpeza do local, o pastor entrou com uma ação para que o casal pagasse uma compensação financeira (estipulada em 117 euros) pela profanação do altar.


Diante do juiz, Akintepe destacou que a relação amorosa do casal estava morna, já que eles estão casados há quatro anos. "Minha mulher estava sempre dizendo que queria tornar mais interessante a nossa vida sexual", afirmou Akintepe.

O juiz advertiu Tolu Akintepe a ter mais respeito pelas instituições religiosas. Além disso, ele aplicou uma multa no casal, que se voluntariou para limpar a igreja por uma semana.

Americana usa chapinha de cabelo para forçar homem a fazer sexo com ela

Samantha Harvey foi presa na última terça-feira.
Incidente aconteceu em Washington, na Pensilvânia.

Samantha Harvey usou uma chapinha de cabelo para forçar um homem a ter relações sexuais com ela. (Foto: Reprodução/Pittsburgh Channel)

A norte-americana Samantha Harvey foi presa na terça-feira (1º) em Washington, no estado da Pensilvânia (EUA), após usar uma chapinha de cabelo para forçar um homem a ter relações sexuais com ela, segundo a emissora de TV "Pittsburgh Channel".

Segundo a polícia de Washington, Samantha chegou a queimar o homem de 22 anos com a chapinha até que ele cumprisse as exigências de fazer sexo com ela. Ela teria deixado o aparelho perto de sua orelha para se certificar que ele não fugiria.

O incidente aconteceu em 20 de agosto. Samantha foi levada para a cadeia do Condado de Washington acusada de vários crimes. Ela também violou sua condicional --tinha sido detida em 2006 acusada de ter roubado dinheiro de sua avó.

Colégio comete gafe e entrega camisetas com número de disque-sexo a alunos

Camisetas foram distribuídas a alunos que participaram de gincana.
'Foi um erro inocente', disse uma funcionária do distrito de ensino.


Erro ocorreu no colégio Linda Vista. (Foto: Reprodução/Google Earth)

Uma escola primária na cidade Yorba Linda, no estado da Califórnia (EUA), cometeu um erro e imprimiu o número de telefone do disque-sexo nas camisetas que foram entregues aos estudantes, segundo reportagem do jornal "The Orange County Register".

A diretora do colégio Linda Vista, Jackie Howland, disse que as camisetas foram distribuídas aos estudantes que participaram de uma gincana na escola.

De acordo com Rosemary Gladden, funcionária do distrito de ensino, uma mãe ligou para o telefone estampado nas camisetas, mas levou um susto quando descobriu que o número era de uma linha de disque-sexo.

Rosemary destacou que as camisetas foram recolhidas depois que o erro foi descoberto. "Foi um erro inocente", disse ela, destacando que os pais dos alunos foram muito compreensivos e entenderam que a falha não foi proposital.

Mulher é presa após oferecer sexo em troca de ingressos para jogo de beisebol

Susan Finkelstein publicou anúncio em um serviço de classificados.
Ele queria 2 entradas para a série final do beisebol norte-americano.

Susan Finkelstein publicou anúncio em um serviço on-line de classificados. (Foto: AP)

Fanática pelo time de beisebol Philadelphia Phillies, a norte-americana Susan Finkelstein, de 43 anos, foi presa nesta terça-feira (27) em um subúrbio da Filadélfia, nos EUA, acusada de oferecer sexo em troca de ingressos para o jogo contra o New York Yankees.

Susan Finkelstein teria publicado um anúncio em um popular serviço de classificados na internet (Craigslist), dizendo que precisava de duas entradas para a série final do beisebol norte-americano entre Phillies e Yankees, que começa nesta quarta-feira (28).

Descrevendo o preço como "negociável", ela destacou, no anúncio, que ela e o comprador poderiam se ajudar um ao outro. Após os investigadores encontrarem o anúncio, um policial disfarçado marcou um encontro com a mulher, que ofereceu sexo em troca dos ingressos.

Segundo a polícia, Susan disse que "estava disposta a fazer qualquer coisa" para poder assistir à série entre Phillies e Yankees. Ela afirmou ainda que poderia manter relações sexuais com dois indivíduos se recebesse as duas entradas.

Atriz pornô vai presa após agredir o marido por causa de roupa suja

Stormy Daniels disse que não bateu intencionalmente em seu marido.
Ela arremessou um vaso na pia e atirou o álbum de casamento no chão.

Foto: Divulgação/Polícia

A estrela pornô Stormy Daniels foi presa após agredir seu marido. (Foto: Divulgação/Polícia)

A atriz pornô Stormy Daniels, de 30 anos, que pretende disputar uma vaga no Senado pelo estado de Louisiana, nos Estados Unidos, foi presa no mês passado após agredir seu marido porque não ficou satisfeita com o jeito com que ele lavou a roupa.

De acordo com o Departamento de Polícia de Tampa Bay, no estado da Flórida, Stormy, cujo nome verdadeiro é Stephanie Clifford, disse que não bateu intencionalmente em seu marido.

No entanto ela reconheceu que arremessou um vaso de plantas na pia da cozinha e atirou o álbum de casamento do casal no chão.

Ela foi levada para a cadeia do Condado de Hillsborough, sendo libertada após pagar uma fiança de US$ 1 mil.

Padaria vira motivo de piada na França por servir de cenário para filmes pornôs

Padaria serviu de cenário para filmes pornôs da 'padeira Laetitia'.
Casal não esconde que situação é ruim para eles e para os negócios.

Nicolas e Céline não faziam ideia que padaria serviu de cenário para filmes pornôs. (Foto: Reprodução/Le Progress)

Um casal francês convive com uma situação embaraçosa desde que comprou uma padaria em Pusignan, na França. O problema surgiu depois que Céline e Nicolas descobriram que filmes pornográficos foram filmados dentro da padaria, segundo reportagem do jornal "Le Progress".

A padaria é motivo de piada na cidade de pouco mais de 3 mil habitantes. Celine destacou que pensou que era um trote quando a ex-dona lhe contou que filmes pornôs foram feitos na padaria e DVDs circulavam no lugar.

No entanto, após pesquisar na internet, o jovem casal descobriu as aventuras quentes da "padeira Laetitia". Os dois filmes de 90 minutos retratam uma jovem mulher fazendo sexo em todas as partes da padaria e em todas as posições, com diferentes parceiros.

Apesar de rir da situação, o jovem casal não esconde que ela é muito embaraçosa para eles e para os negócios. Porém Celine e Nicolas destacam que não têm nenhuma relação com esses filmes, pois eles foram produzidos no passado, antes da chegada deles.

Estudante é suspenso por universidade por ser ator pornô

John Gechter, de 22 anos, foi suspenso até 2010 pela universidade.
Ele trabalhava como ator pornô com o nome de 'Vincent DeSalvo'.

Gechter trabalhava secretamente como ator pornô com o nome de 'Vincent DeSalvo'. (Foto: Reprodução/Pittsburgh Post-Gazette)

O norte-americano John Gechter teve que mudar seus planos de se formar em biologia molecular na universidade de Grove City, no estado da Pensilvânia (EUA), após ser suspenso. Detalhe: a instituição o suspendeu por ele ser ator pornô, segundo reportagem do jornal "Pittsburgh Post-Gazette".


Gechter, de 22 anos, trabalhava secretamente como ator de filmes de sexo para o público homossexual com o nome de "Vincent DeSalvo" e chegava a ganhar até US$ 11 mil por uma semana de trabalho. Ele usava o dinheiro para pagar a faculdade.

As coisas estavam indo bem até que um aluno encontrou na internet filmes gays em que Gechter trabalhava e enviou sua identidade secreta para amigos. O ator estima que o e-mail tenha sido mandado para mais de 60% dos alunos da universidade.

"[O filme] pornô me permitiu terminar a faculdade", disse ele. "Em vez de trabalhar 40 horas por semana como garçom, você faz uma cena e tem tempo para se concentrar nos estudos", destacou Gechter, que não tinha revelado a identidade secreta nem para o colega de quarto.

A universidade se baseou no manual do estudante, que pune com sanções disciplinares quem faz sexo antes do casamento, seja em relações heterossexuais ou homossexuais, ou em qualquer outro tipo de relação que viole a conduta cristã dos padrões históricos da instituição.

A universidade acusou o estudante de má conduta sexual, contrária aos valores da instituição. Ele foi suspenso até 2010. Gechter disse que estava preparado para ser descoberto, mas não para a reação que a direção da faculdade tomou.

Homem compra DVD pornô e descobre traição da mulher

Ele descobriu após comprar filme 'casos com as esposas dos outros'.


Lee (dir) comprou um DVD pornográfico e acabou descobrindo a traição da mulher. (Foto: Reprodução/Liberty Times)

Um carpinteiro de Taiwan comprou um DVD pornô e acabou descobrindo a traição de sua mulher. O filme foi gravado secretamente em um motel onde sua mulher manteve relações sexuais com um amigo do marido, segundo o jornal taiwanês "Liberty Times".


O marido, identificado apenas pelo sobrenome Lee, descobriu a traição da mulher após comprar o DVD em 2002. Em agosto de 2008, Lee atacou o açougueiro na cidade de Chungli e acertou uma facada na coxa do ex-amigo.


De acordo com o jornal, o filme pornográfico tinha sido feito com uma câmera escondida no motel e estava em um DVD chamado "casos com as esposas dos outros", que o marido comprou de um vendedor para assistir em casa.

Lee, que vive no Condado de Taoyuan, se separou da mulher depois de assistir ao filme. O ex-amigo fugiu da aldeia. O açougueiro processou Lee por agressão física, mas Lee não conseguiu processar o açougueiro por adultério, porque já havia passado cinco anos.

A Justiça pediu para os homens resolverem o caso fora dos tribunais, mas eles recusaram. Lee foi indiciado na terça-feira acusado de provocar danos corporais em outra pessoa, segundo relatou o jornal "Liberty Times".

Lee deve pegar menos de seis meses na prisão, pena que pode ser convertida em multa.

Policial é flagrado fazendo sexo em carro patrulha em Dallas

Professores flagraram a cena no estacionamento da escola.
Oficial falsificou relatório sobre um roubo para esconder o fato.


Policial foi flagrado fazendo sexo em carro patrulha em Dallas.

O policial Keith Ashley está sendo investigado pelo Departamento de Polícia de Dallas, nos EUA, acusado de falsificar um relatório sobre um roubo para esconder o fato de que estava fazendo sexo dentro do carro patrulha, segundo reportagem do jornal "Dallas Morning News".

O incidente aconteceu em 24 de novembro. Professores relataram que viram o policial mantendo relações sexuais na parte traseira da viatura enquanto ela estava parada no estacionamento da escola.

Nesse momento, no entanto, o oficial deveria estar atendendo uma ocorrência de roubo em um condomínio de apartamentos. Ashley colocou no relatório que uma funcionária do condomínio tinha informado que um ex-funcionário estava tentando arrombar um apartamento.


A polícia está investigando para descobrir se o policial inventou todo o relatório. Keith Ashley, que entrou para o Departamento de Polícia de Dallas em 2001, foi afastado do trabalho nas ruas e colocado em serviço interno. Ele não quis comentar as acusações.

A professora Angela Russell, que flagrou a cena no dia 24 de novembro, disse que ela e outro professor viram a viatura com a porta traseira do lado do motorista aberta. "Quando nós olhamos mais de perto, percebemos que era um comportamento inadequado", disse ela.

Quem sabe faz ao vivo!

Depois que um casal foi pego em pleno ato em uma torre de relógio, no meio de um movimentado shopping de Sidney, na Austrália, não se fala em outra coisa.

Do R

ReproduçãoFoto por Reprodução
Não é por nada não, mas presta atenção na cara da tia do elefante da frente

Tem quem ache que sexo em lugares públicos é a melhor coisa do mundo. Tem quem ache, também, que mesmo quando não é em lugares públicos, sexo ainda é a melhor coisa do mundo. OLHA SÓ A CARA DA TIA DO ELEFANTE DA FRENTE ..

eis muito esquisitas sobre sexo

Quando se trata do assunto, o governo precisa ser duro. Mas, em alguns lugares do mundo, legisladores exageram. Acompanhe a lista abaixo e perceba como a expressão “botar no pau” pode adquirir sentidos surpreendentes

ReutersFoto por Reuters
Este cara pode ir em cana, se ele te beijar em Indiana

No passado distante ou no presente, governos criam leis impossíveis, extravagantes, estúpidas, engraçadas. A variedade é grande, proporcional à capacidade criativa dos legisladores. Festeje: no Brasil, a lei sexual mais influente – fora as criminais de estupro e violência - é básica e abrange casos de atentado ao pudor.

No passado

Graduadas em prostituição
- No Tibete, uma lei milenar exigia que as mulheres se prostituíssem. Assim, imaginava-se que elas ganhassem experiência sexual antes do casamento. No início do século 20, depois da invasão chinesa, e de uma onda de violências sexuais, a lei, naturalmente, expirou.

Ruim para ambas as partes
- Já os hunos puniam estupradores com castração. Mulheres que tinham dois homens eram divididas em duas -- cada um ficava com uma parte, ainda que não fosse exatamente viva.

Boca no trombone
- A imperatriz chinesa Wu Hu, da dinastia Tang, inventou uma lei bem específica sobre sexo oral. Para ela, a mulher denotava sua inferioridade ao presentear o homem com felação – o popular boquete. Os caras é que tinham que usar a boca para beijar o clitóris. Por isso, Wu Hu insistia que, antes de qualquer reunião com homens, que eles manifestassem, oralmente, o seu apreço. A imperatriz abria o robe com que recebia os visitantes e eles tinham de ficar de joelhos e lamber suas partes íntimas. É irresistível especular que deve ter surgido daí a expressão “wu-huuuuu” -- porque a imperatriz era gostosa e a maioria das pessoas intimadas a beijar as intimidades dela achava aquilo um “negócio da china”.

Castigo fecal
- Os teutões – povos germânicos que, no ano 100 A.C., viviam, entre outras regiões, onde hoje fica a Dinamarca – puniam as acusadas de prostituição afogando-as em excrementos. Detalhe sobre as mulheres da tribo dos teutões (teutonas, certo?): cometeram suicídio coletivo quando capturadas e dominadas pelo Império Romano.

Dá ou desce (bem fundo)
- Na Roma antiga, havia as virgens vestais. O voto de uma delas durava 30 anos. A que fizesse sexo antes disso poderia ser presa. A pena era ser enterrada viva.

Pés pelas mãos
- Na Espanha do século XVII, ninguém – a não ser o marido – poderia ver os pés de uma mulher. Peitos, tudo bem, mas, os pés eram considerados lascivos e deveriam ser cobertos na presença de qualquer outro homem que não o marido.

Tolerância zero
- Também no Império Romano, os estupradores que cometiam o crime pela primeira vez tinham seus testículos esmagados entre duas pedras. Era um método bem efetivo de impedir a reincidência.

Pelamordedeus
- Nos primórdios do cristianismo, a igreja proibia que se fizesse sexo às quartas, sextas e domingos. Por quê? Porque sim.

Só mudar o grito
- Uma prostituta francesa, no século XVIII, podia ser poupada de punições se tivesse intenção de se juntar à ópera.

É fogo, viu!
- Na antiga cidade de Pompéia, não se podia tingir o cabelo nas cores vermelho, azul ou amarelo. Essas cores indicavam que a cidadã poderia ser uma meretriz. Moças de família poderiam ficar queimadas na sociedade se tingissem o cabelo nessas cores. No fim, como se sabe, acabou todo mundo queimado, independente da cor do cabelo.

Sem meter o nariz onde não é chamado
- O Egito antigo é pioneiro nas leis punitivas para crimes sexuais. Seis mil anos atrás, um homem acusado de estupro era castrado. No caso de mulher adúltera, arrancava-se o nariz dela.

As que valem hoje

Decote legal
- “Seios femininos”, de acordo com a Suprema Corte do Arizona, não podem ser legalmente classificados como “partes íntimas”.

De perder a cabeça
- Na Indonésia, a pena para masturbação é decapitação. Ou seja: se você tem cabelos nas mãos, não precisa se preocupar com a cabeça. Nenhuma delas.

Na moto, não, please
- Em Londres é ilegal praticar sexo em uma motocicleta estacionada. Se você quiser transar com a moto andando, ok, problema seu.

Dançar sem roupa - denuncie
-No estado norte-americano de Illinois, a lei proíbe muito sobre sexo. Por exemplo, você não pode dançar nu e, também, não pode ficar de barraca armada em público. Faz sentido – ou não.

Usar bigode - denuncie também
- No estado de Indiana, nos Estados Unidos, é ilegal usar bigode se o portador tem “tendência a habitualmente beijar outros seres humanos”.






FONTE G1

R7

Postar um comentário

COMENTE!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...