sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Aparelho rastreia ondas do cérebro para manter usuário “ligado”

Dispositivo ajuda a recuperar a atenção quando pessoa se distrai no trabalho ou cai no sono

Reprodução


Uma empresa americana criou um aparelho que treina o usuário para se tornar consciente de suas funções cerebrais para que consiga recuperar a atenção quando se distrai no trabalho ou quase cai no sono ao volante do carro, por exemplo.

Chamado de BodyWave, o dispositivo da Freer Logic é o primeiro escâner cerebral que pode ser usado no braço ou na perna, ao contrário daqueles estranhos capacetes metálicos.

O BodyWave rastreia a atividade das ondas cerebrais enquanto a pessoa joga games ou participa de simulações de realidade virtual.

Quando as sinapses (regiões de comunicação entre os neurônios, ou mesmo entre neurônios e células musculares e epiteliais glandulares) são realizadas, elas liberam pulsos elétricos que se movem pelo corpo.

Do tamanho de um iPhone, o aparelho usa três contatos de carbono para captar o sinal pela pele, enquanto o software filtra interferências elétricas de músculos em movimento, principalmente o coração.

Para manter o foco, o aparelho procura padrões de atividade cerebral que sejam indicativos de atenção, incluindo ondas de nível beta de 12 hertz a 30 hertz, faixa de frequência que os neurologistas dizem ser um sinal de concentração.

O sistema vem sendo usado para ajudar a treinar crianças com DDA (Distúrbio de Déficit de Atenção) e já foi adotado como uma ferramenta de treinamento de realidade virtual em usinas nucleares.

No futuro, sensores como esse poderão ser usados em lugares do mundo real. Um clube de golfe equipado com o BodyWave, por exemplo, poderia ajudar os jogadores a se manter concentrados em suas tacadas, ou o volante de um carro poderia alertar um motorista com sono a manter a atenção na estrada

Postar um comentário

COMENTE!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...