segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Herculano


A cidade de Herculano, na Itália, de acordo com a lenda se originou a mais ou menos 3.000 anos atrás por Hércules (no versante meridional do Monte Vesúvio), enquanto este regressava da Espanha onde realizara seus esplendorosos trabalhos.
Mas racionalmente falando, Herculano foi originado pelos Osci (uma população itálica) no século VIII, passando sob domínio dos povos etruscos e sanitas. E assim como Pompéia, a cidade foi destruída pelo vulcão Vesúvio em 79 d.C. No entanto, a forma como sofreu tal tragédia fora diferente, pois enquanto Pompéia foi incendiada, ou seja, agredida de forma mais intensificada pelo vulcão, Herculano foi sufocada por uma nuvem piroclástica que tomou a cidade de 20 metros de cinzas e lama, solidificando posteriormente. Todos os habitantes morreram devido a fumaça tóxica inalada.
No inicio do século XVIII, através de uma escavação realizada por trabalhadores a mando do príncipe d’Elboeuf, no intuito de construir um poço profundo em suas terras, foi achado um ambiente pertencente a cidade de Herculano, sendo a primeira a ser descoberta (Pompéia viera depois). Sabia-se pouco sobre sua real existência, embora houvesse manuscritos que citavam as cidades perdidas.
O que foi visto a principio foram fileiras de cadeiras da galeria de teatro de Herculano, e pedaços de mármore raro. O príncipe austríaco (que ocupava a Itália naquele período) solicitou que perfurassem o lugar, criando túneis de exploração, com o objetivo de saquear o local e tomar o mármore.
Anos mais tarde, em 1738, o Teatro foi de fato identificado e melhor protegido, o que não se constatava em 1709. Logo se iniciou as escavações arqueológicas, e hoje se sabem muitos dos segredos, históricos e culturais daquela região. Foram revelados ruas, lojas em perfeitas condições, figuras humanas, animais mumificados. Um prato cheio para atrações turísticas.
Herculano foi declarado Patrimônio da Unesco em 1997.
Postar um comentário

COMENTE!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...