segunda-feira, 3 de maio de 2010

O misterioso Mirim Dajo. faquir...


Mirim Dajo foi um Faquir de origem holandesa que em suas viagens pela Índia aprendeu as tecnicas do Faquirismo e impressionou o mundo com suas técnicas de analgesia e de dominio da mente sobre o corpo.


Grande especialista na área do ilusionismo referente ao Faquirismo, concretamente na Analgesia e Atoxina. No dia 31 de Maio de 1947, Mirin Dajo no Hospital de Zurique, perante aos médicos, com verificações radiográficas, deixou-se atravessar com um florete, de lado a lado, todo o corpo, inclusive o coração! Para ele era exibição corriqueira, e constam em fotografias, atravessando com estiletes o braço, as maçãs do rosto, a parte da frente do pescoço, a língua, etc.


E corria com um florete atravessando-lhe o fígado, ou os rins, ou o estômago. Trata-se de pura técnica, embora muito apurada. Bem superior a todos os charlatões do Curandeirismo com seus pretendidos médicos do 'além'.


Mágicos concordaram que não era um truque, e uma médica sugeriu que Dajo teria criado fístulas atravessando todo seu corpo. O método consistiria em fincar esgrimas pouco a pouco, criando cicatrizes, e ao longo de anos e muita sorte, um canal mais seguro se formaria dentro de seu tórax. Como evidência de tal, a médica notou inúmeras cicatrizes nas costas de Dajo, que seriam indicação de tentativas frustradas de criar tais canais.


Ironias da vida: Mirin Dajo, em 11 de maio de 1948, ouviu uma voz que lhe mandava engolir um espinho enorme de metal. Dia 13 de maio foi internado para realizar a extração do espinho de seu corpo. Após uma cirurgia, ficou cerca de 10 dias num estado "hipnótico", e morreu no hospital aos 36 anos. Autópsias realizadas posteriormente em seu corpo demonstraram que ele morreu por ruptura da artéria aorta.
Postar um comentário

COMENTE!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...